domingo, 11 de abril de 2010

São Tomás: as vias da perfeição e da ordem do universo para provar que Deus existe

S.Tomás de Aquino (entre Platão e Aristóteles)
esmaga Averroes. Benozzo Gozzoli.
QUARTA VIA: OS DIFERENTES GRAUS DE PERFEIÇÃO

Vemos que todas as coisas possuem qualidades: beleza, cor, doçura, etc. E vemos que é necessário que haja em algum lugar algum ser que possua essas qualidades na perfeição.

Procuramos o quadro perfeito, a rosa perfeita, a bebida perfeita, o amigo perfeito, etc.

Esse ser perfeito é uma necessidade. E o ser supremamente perfeito que tem em si todas as qualidades é Deus.

Explica São Tomás (“Suma Teológica”, I 2,3):

“A quarta via considera os graus de perfeição que há nos seres.

“Vemos nos outros seres que uns são mais ou menos bons, verdadeiros e nobres do que outros, e o mesmo acontece com as diferentes qualidades.

“Mas, o mais e menos se atribui às coisas segundo a sua diferente proximidade do máximo, e por isto se diz que uma coisa está tanto mais quente quanto mais se aproxima do calor máximo.

Astrônomos contemplam a esfera celeste,
Harvard University, Houghton Library.
“Portanto, deve existir algo que seja verdadeiríssimo, nobilíssimo, ótimo, e, por isso, ente ou ser supremo; pois, como diz o Filósofo, o que é verdade máxima tem o mais alto valor.

“Ora bem: o máximo em qualquer gênero é a causa de tudo o que naquele gênero existe, e assim o fogo, que tem o máximo calor, é causa do calor de tudo o que é quente.

“Existe, por conseguinte, algo que é para todas as coisas existentes causa do seu ser, de sua bondade e de todas as suas demais perfeições. E a esse Ser perfeitíssimo, causa de todas as perfeições, chamamos Deus”.



QUINTA VIA: A FINALIDADE E A ORDEM DO UNIVERSO

Tudo o que existe tem uma finalidade. Inclusive as coisas que não tem inteligência agem visando um fim. E todas essas coisas agem com uma harmonia de fundo: por exemplo os insondáveis e admiráveis equilíbrios que permitem a existência da vida na Terra.



Esfera celeste, Cambridge, Harvard University,
Houghton Library, MS Typ 007
Logo há uma causa que governa todos esses fatores para que possam atingir harmonicamente o equilíbrio final. Essa causa chama-se Deus.

Assim, o demonstra São Tomás na “Suma Teológica” (I 2,3):

“A quinta via é tomada do governo do mundo. Vemos, com efeito, que coisas que carecem de conhecimento, como os corpos naturais, operam para um fim, o que se comprova observando que sempre, ou a maior parte das vezes, trabalham da mesma maneira para conseguir o que mais lhe convém; donde se deduz que não tendem a seu fim por casualidade ou ao acaso, mas operando intencionalmente.

Ora bem: é evidente que o que carece de conhecimento não tende a um fim se não o dirige alguém que entenda e conheça, do mesmo modo que o arqueiro dispara a flecha rumo ao alvo.

“Logo existe um ser inteligente que dirige todas as coisas naturais a seu fim, e a este chamamos Deus.”

Se seu email não visualiza corretamente o vídeo embaixo CLIQUE AQUI

6. Video sobre as provas racionais da existência de Deus.

(A partir desta aula, as três partes estão num só arquivo)



Desejaria receber atualizações instantâneas e gratuitas de "Glória da Idade Média" em meu email


AS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISCATEDRAIS MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.